terça-feira, 3 de setembro de 2013

O Homem que discursava - II

Sabia mencionar vários corónimos, alguns limnónimos, poucos eremónimos, muitos potamónimos e quase todos os talassónimos.
Apenas jamais vira como são feitas as alheiras.
Mesmo sem essa vivência, costumava classificá-las em execráveis alheiras de direita e virtuosas e democráticas alheiras de esquerda.
Ou o contrário, tanto faz.

1 comentário:

Suzie Q Motta disse...

Comâ? kkkk não vou nem ao dicionário antes de fruir a delícia dessa salsicha portuguesa. Quem sabe mesmo o que é uma alheira jamais se pergunta se ela é de direita ou de esquerda, mesmo porque, sendo redonda não se coloca tais dilemas...De fato é preciso recuperar as tripas (e no caso aí, não sei se são de carneiro, ou de porco como aqui) e nada de chumaços de pão de forma(como aqui)ou de temperos prontos(como aqui)Saberão aqui o que é uma alheira, ou só o que é direita e esquerda?