sábado, 22 de dezembro de 2012

Dentro do Império

Ao chegar anteontem no salão da Imigração, no aeroporto de Newark, USA, comecei a viver emoção parecida com a de um grego ou judeu ou egípcio ou ou ou... que chegasse a Roma em época ao redor do início da Era Cristã (ou, como educadamente dizem os judeus, a Era Comum). Milhares de pessoas enfileiradas, à espera da condescendência do burocrata americano encarregado de avaliar a capacidade de cada um daqueles seres humanos para serem admitidos no Sagrado Império.

Ultrapassada a barreira, cá estamos. E o que nos contam surpreende. E surpreende pelo contraste entre a evidência de que este povo americano foi capaz de construir um país que se sobrepôs ao restante do planeta  de modo incontestável e a igual evidência de que se trata de um povo dotado de mentalidade e de comportamentos que deixam a qualquer um - que não habituado às idiossincrasias norte-americanas - de queixo caído.
Sou informado, por exemplo, que uma pacata idosa que resolveu enxugar seu gato no microondas e - óbvio -  explodiu o bichano, venceu a acção judicial para obtenção de indemnização pelo simples facto de que o manual do utente do microondas não estipulava - de modo explícito - que não se podia utilizar o microondas para enxugar gatos.
Já os pacotes de amendoins que se vendem nos mercados, além da óbvia informação que trazem sobre seu conteúdo - AMENDOINS - são obrigados a portar, logo abaixo, a informação adicional: Contém amendoim. Dado o gigantesco número de pessoas portadoras de alergia a amendoim, o que já não deixa de ser curioso, não basta colocar no pacote de amendoins que o conteúdo do pacote é de amendoins. É necessário acrescentar que o pacote contém amendoins.

Há muitos outros casos assim. Mas, para quem é dono do mundo, essas histórias são peanuts.

AVISO: Este post contém amendoim.

3 comentários:

Saltapocinhas disse...

e eu que adoro amendoins, e nem sou alérgica nem nada..
esses americanos são doidos (o astérix só conhecia os romanos...)
Também, como a ti, me espanta como eles chegaram aonde chegaram, sendo tão destituídos de inteligência (vulgo burros!)

boa estada nessas terras e não te deixes contagiar!

Bic Laranja disse...

Desejos de feliz Natal a si e aos seus!
Cumpts.

Allan Robert P. J. disse...

Nessas ocasiões os americanos conseguem ser engraçados acreditando serem sérios.
[Talvez seja o excesso de amendoim]