quinta-feira, 22 de fevereiro de 2007

Luís Ene


Este carnaval foi notável. Na segunda, 19, chegou o Luís Ene, para ficar conosco até 21, quarta de Cinzas.
Na noite desse mesmo dia, convidamos para nos fazer companhia no jantar Branco Leone e esposa.
Como se vê, só portugueses. Nenhum preconceito, apenas questão de afinidades. Portugueses, blogueiros e – tanto Luís quanto Branco – com livros novos na praça.

Não deixem de ler. São ótimos
O papo estava tão animado que esqueci completamente da máquina fotográfica. Paciência.
Dia seguinte, terça, para conciliar a vontade do Luís de conhecer São Paulo com minha preguiça já clássica, fomos almoçar no Terraço Itália. De lá, ele pôde ver São Paulo numa tacada só.

A comida não é lá essas coisas, a paisagem, sim, vale a pena
E, assim, Luís Ene foi apresentado a Sampa
Conversamos bastante, diante da cidade quase deserta.

Luís Ene e Santos Passos
Demos umas voltas pelo centro da cidade, passamos pelo Parque do Ibirapuera e – à noite – fomos encontrar amigo do Luís, gaúcho recentemente convertido a paulistano (coisa rara).
Hoje, Cinzas, almoço no Fogo de Chão e despedida em Guarulhos.

Até a próxima, Luís.
Volte logo. Já estamos com saudade.
(penso em organizar um Encontro de Blogueiros Algarvios (EBA!) em São Paulo. Faz sentido? Claro. Todo sentido)